Este site utiliza cookies para lhe garantir uma melhor experiência. Você pode revisar as configurações de cookie do seu navegador.
compre com pontos
Dicas de Lazer

Tipos de músicas: os 25 gêneros mais populares!

Na vida da maioria, a música costuma estar presente nos momentos mais simples e também nos mais especiais. E com tantos tipos de músicas diferentes, existe opção para todos os gostos.

Para você ter uma ideia, uma pesquisa revelou que a música é essencial para 64% dos brasileiros. Ou seja, o hábito de ouvir música faz parte do dia a dia de boa parte das pessoas.

Faz parte do seu também? Quais tipos de música ou gêneros musicais você mais ouve?

Se você gosta do assunto, continue lendo!

Abaixo, nós vamos abordar um pouco mais sobre gêneros musicais e os principais tipos de músicas ouvidos no Brasil e em outras partes do mundo.

O que é gênero musical?

Samba, sertanejo, rock, reggae, funk. Cada um deles é um gênero musical diferente. Portanto, os gêneros correspondem ao que conhecemos popularmente como tipos de músicas.

Essas categorias levam em conta vários elementos, como ritmo, estilo, instrumentos usados. Todos eles marcam as músicas, fazendo elas terem algo em comum, que pode ser identificado por quem ouve.

Mas, também vale dizer que os tipos de músicas podem ser misturados. Inclusive, é assim que novos gêneros nasceram.

No Brasil, combinar os elementos de gêneros diferentes é algo comum. Não existe nenhuma regra para isso. Até mesmo no carnaval a mistura de gêneros musicais acontece e faz bastante sucesso.

Tipos de músicas do Brasil e do mundo

Que tal conhecer melhor alguns dos tipos de músicas mais conhecidos? Você pode até aproveitar a oportunidade para descobrir novos gostos. Confira, a seguir:

1. Dance

A dance music – música dançante em português – marcou os anos 90, mas quase não se ouve falar dela hoje. Embora não tenha uma característica única, é marcada pelas músicas pop de diferentes estilos, com fortes influências da música eletrônica.

2. Axé

O axé surgiu nos anos 80, no carnaval de Salvador. Ele mistura ritmos africanos e latinos, como samba, ijexá, reggae, frevo, merengue, forró, entre outros. Apesar de o seu auge ter passado, o axé foi se transformando e continua presente dentro e fora da Bahia.

3. Country

O country é um dos tipos de músicas que costuma agradar muitas pessoas por lembrarem-se de suas raízes.

O terceiro ritmo da nossa lista de tipos de músicas do Brasil nasceu nos Estados Unidos, a música country costuma falar sobre a vida fora dos centros urbanos e ser acompanhada por instrumentos de corda acústicos. Hoje o termo descrever vários estilos, mas originalmente foi a música da classe trabalhadora americana.

4. Forró

Típico do Nordeste, o forró é um dos tipos de músicas mais ouvidos no Brasil e ficou conhecido através de Luiz Gonzaga. Pode ser tocado de vários jeitos, transitando entre as músicas mais dançantes até as mais românticas.

5. Reggae

O reggae surgiu nos anos 60, na Jamaica, terra do cantor Bob Marley. Tem um ritmo muito particular, uma batida dançante, difícil de ser confundida. Por estar intimamente ligado com a cultura Rastafári, o reggae vai além da música, cultivando valores como a liberdade e o amor.

6. Sertanejo

Gênero mais escutado nas rádios do Brasil, o sertanejo é o 6° ritmo da nossa lista de tipos de músicas e tem suas raízes na música caipira, lenta e cheia de melancolia. A partir dos anos 80, ganhou outras proporções com as duplas sertanejas famosas até hoje, como Chitãozinho & Xororó.

Sertanejo Universitário

Já o sertanejo universitário surge por volta dos anos 2000. As músicas são mais rápidas, inclui elementos do pop, uma linguagem informal e novos instrumentos, como a guitarra elétrica.

7. Black

Black music é um termo usado para se referir aos diferentes ritmos produzidos pelos descendentes africanos nos países colonizados pela mão de obra escrava, como Brasil e Estados Unidos. Dentro dele estão, por exemplo, o blues, jazz, rap, entre outros gêneros.

8. Música Erudita no Brasil

A música clássica é um dos diversos tipos de músicas que são apreciados por um público mais seleto.

Diante de tantos estilos musicais no Brasil, a música clássica costuma ser pouco lembrada. Ela está ligada aos tempos de colonização portuguesa e à igreja. Com o passar do tempo, foi recebendo outras influências, mas nunca chegou a se tornar muito popular.

9. Música Folclórica

A música folclórica é aquela passada de geração em geração, relacionada às lendas, danças e jogos infantis. Inclui, por exemplo, a cantiga de roda, repente, maxixe, congada, umbigada, entre outros estilos.

10. Samba

O samba é uma das maiores marcas da cultura brasileira. Nasceu na Bahia, mas foi criando novas ramificações no Rio de Janeiro e em outras partes do país. O pandeiro, o cavaco e o surdo são alguns dos instrumentos principais, que marcam o ritmo.

11. Pagode

Derivado do samba, o pagode surgiu no Rio de Janeiro, entre os anos 70 e 80, nas rodas de samba de fundo de quintal. Ficou muito conhecido pelas músicas de Zeca Pagodinho, Exaltasamba, Grupo Revelação, etc.

12. Gospel

Por estar ligada às religiões cristãs, a música gospel fala sobretudo sobre adorar Deus e expressar as crenças coletivas ou individuais. Embora a temática seja sempre parecida, os ritmos podem variar bastante e ser combinados a outros tipos de músicas.

13. Eletrônica

A música eletrônica é criada a partir do uso de diferentes equipamentos, como computadores, gravadores digitais e sintetizadores. Ela conquistou seu espaço, principalmente, depois da Segunda Guerra Mundial com as produções francesas e alemãs.

14. Funk

Hoje o termo funk remete ao estilo originado nas favelas cariocas. Mas, saiba que este é uma variedade de um estilo que nasceu da música negra dos Estados Unidos da década de 60. E um dos maiores expoentes foi James Brown.

15. Blues

O blues é um gênero musical marcado, principalmente, pelas notas baixas. Com fortes raízes musicais africanas, nasceu nos Estados Unidos, e influenciou a música ocidental por muito tempo.

16. Soul

O soul é mais um dos tipos de músicas afro-americanos. Combinando elementos do blues e do jazz, se popularizou na década de 60. O mundo todo passou a ouvir o gênero que soube combinar muito bem música, palmas e movimentos de coreografia.

17. Pop

Como o nome sugere, o pop é aquele gênero que agrada muitos públicos diferentes. Por isso, esse termo costuma ser usado para falar de todos os tipos de músicas de grande sucesso comercial.

18. Rock

O rock é um gênero musical bastante abrangente, mas difícil de ser confundido. Surgiu na década de 50 e continua sendo muito escutado até hoje. Geralmente, as bandas são formadas pelo vocalista, baixista, baterista e guitarrista.

19. Hip Hop

O hip hop é um dos tipos de músicas que tornaram-se popular há poucos anos.

Nascido como resposta à violência sofrida pelos pobres e negros, o hip hop fala, principalmente, sobre a realidade da periferia e conflitos sociais. Mais do que um gênero musical, o hip hop é um movimento cultural que também se relaciona com a dança, o grafite e outras artes.

20. Rap

Rap é a sigla para ritmo e poesia, o que já diz muito sobre o gênero. Como parte do movimento hip hop, o rap mistura rimas com elementos musicais. Apesar de ter ficado por muito tempo restrito às periferias, hoje toca até nas rádios mais populares.

21. Heavy Metal

O heavy metal pode ser considerado um subgênero do rock. Ele surgiu entre os anos 60 e 70, produzindo altas distorções, batidas e vocais fortes impactantes. Pode ser visto como o subgênero mais extremo do rock.

22. Punk

Já o punk é o lado rebelde do rock, que tenta ir contra a cultura dominante. As músicas são rápidas e geralmente, falam de questões políticas, violência, drogas e outros temas polêmicos. Na época em que surgiu, fez parte da cultura punk, uma cultura urbana subversiva.

23. Hardcore

O hardcore é chamado de a “segunda onda do punk”, que marcou os anos 80. Num ritmo ainda mais acelerado, o gênero tem músicas curtas que falam sobretudo de protestos políticos e frustrações individuais, sempre com um tom agressivo.

24. MPB

A MPB costuma ser ouvida pela maioria dos brasileiros, já que muitos artistas se encaixam nessa categoria. Nasceu após a queda da Bossa Nova e recebeu influências do jazz, do rock e do samba. Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia e Elis Regina são alguns dos grandes nomes.

25. Jazz

Um dos tipos de música mais populares no mundo, o jazz também tem raízes afro-americanas. Surgiu, mais precisamente, nas comunidades negras em Nova Orleans. É difícil descrever o ritmo, já que os sons são improvisados e não lineares, o que por outro lado faz com que o jazz seja único.

Agora que você conheceu 25 tipos de músicas do Brasil, que tal descobrir como apreciar a variedade desses gêneros sem estourar seu orçamento? Acompanhe, abaixo!

Como apreciar a variedade de tipos de músicas sem sair do orçamento

Para quem quer escutar diversos tipos de músicas sem precisar colocar a mão no bolso a Easy Live oferece uma solução.

Mesmo que você ainda não tenha usado, deve ter ouvido falar das plataformas de streaming de música, como Spotify e Deezer. Com esses aplicativos, você pode ouvir todos os tipos de músicas direto do seu celular.

Além disso, é possível explorar playlists de gêneros musicais para conhecer mais e descobrir novos artistas. Para aproveitar esse e outros beneficios, vale a pena fazer uma assinatura premium.

Está precisando economizar? Saiba que isso não é um problema. A gente tem uma ótima solução para você: usar os seus pontos do cartão de crédito.

Com a ajuda da Easy Live, você pode trocar os pontos acumulados em diversos programas de fidelidade por assinaturas premium tanto Spotify quanto do Deezer. Ou seja, sem precisar colocar a mão no bolso.

Aproveite para conferir todos os produtos e serviços disponíveis no catálogo da Easy Live.

Agora que você já aprendeu sobre 25 tipos de músicas do Brasil, o que acha de descobrir quais são os benefícios que a música pode lhe proporcionar? Clique aqui!

Publicado por Rivo Soares

Diretor de Operações da Easy Live. Executivo com mais de 20 anos de experiência em empresas de tecnologia nos mercados B2B e B2C. Engenheiro de Computação pela UERJ, com MBA em Marketing na ESPM e especializações em Digital na Columbia Business School e Inovação no IMD (Suíça), atuou em diferentes áreas, como Digital, Marketing, Vendas e TI.

Gostou?

Compartilhe

Deixe seu comentário

  • Luísa

    15 setembro 2020

    Adorei o conteúdo!