Este site utiliza cookies para lhe garantir uma melhor experiência. Você pode revisar as configurações de cookie do seu navegador.
compre com pontos
Qualidade de vida

Educação Financeira Pessoal: o que é e por onde começar?

Você se preocupa com a saúde financeira pessoal? Este é um tema importante na vida de todas as pessoas.

Afinal de contas, saber cuidar do dinheiro para atender às nossas necessidades sem passar perrengue ou se enrolar em dívidas faz toda a diferença tanto no presente quanto no futuro.

Por isso, no post de hoje vamos falar não só de saúde financeira como também sobre o que é educação financeira e compartilhar dicas que vão mudar sua relação com o dinheiro!

O que é saúde financeira pessoal? 

Assim como os nossos hábitos influenciam a saúde do nosso corpo e mente, eles também são capazes de interferir na saúde financeira pessoal.

Isso quer dizer que os comportamentos individuais, atitudes e aspectos de organização, por exemplo, afetam a relação que cada um tem com o dinheiro.

Dependendo do tipo de relação, você experimenta impactos positivos ou negativos na hora de atingir seus objetivos, realizar seus sonhos e conquistar sua independência.

Qual a diferença entre educação financeira e saúde financeira? 

Enquanto a saúde financeira diz respeito à relação de alguém com o dinheiro – que pode ser saudável ou não –, a educação financeira trata do processo de conscientização.

Mas, então, o que é educação financeira?

A educação financeira é pautada pelo trabalho e pelo conhecimento. Enquanto o trabalho possibilita ganhar dinheiro, o conhecimento é o que vai ajudar você a administrá-lo.

Saber lidar com o dinheiro é fundamental para que você consiga pagar suas contas, ter um valor disponível para fazer o que gosta e fazer uma reserva para o futuro.

Portanto, não pense que a educação financeira é só para quem tem muita grana porque não é. Independentemente do quanto você ganha, saber administrar o dinheiro do jeito certo é fundamental.

Qual a importância da saúde financeira pessoal?

Quando se tem uma relação saudável com o dinheiro, é possível ter uma vida mais tranquila, sabia?

Isso porque você passa a ter controle sobre as despesas, consegue fazer planos e economizar no que for possível.

Mesmo que você nunca tenha passado por isso, deve saber o quanto o descontrole com os gastos podem causar problemas na vida de alguém. Afinal, quanto se trata de dívida, o problema vira uma bola de neve.

5 atitudes importantes para ser financeiramente saudável

Parte do processo da educação financeira é mapear onde, e como você gasta o seu dinheiro.

1. Compreenda seus ganhos e gastos

O primeiro passo é anotar todos os seus gastos para entender para onde o dinheiro está indo. Dessa forma, fica mais fácil descobrir quanto do seu salário costuma estar comprometido, se sobra ou se falta dinheiro no final do mês.

2. Entenda a diferença entre preço e valor 

Preço é quanto você paga em dinheiro por um produto, serviço, experiência, etc. Já o valor tem outros atributos, que se agregam a aspectos da sua vida. É a partir da perspectiva do valor que devemos olhar, por exemplo, para os gastos com educação e bem-estar.

3. Aprenda a economizar dinheiro

Faça uma análise de quais gastos poderiam ser cortados. Além disso, se você costuma ser impulsivo na hora das compras, tente se controlar e pensar racionalmente se deve gastar ou não.

4. Fuja das dívidas

Tenha muito cuidado na hora de parcelar alguma compra e comprometer uma quantia de dinheiro que você ainda não tem. Se você tem um objetivo, prefira juntar o valor necessário para atingi-lo em vez de se endividar.

5. Faça um planejamento financeiro

Com base no quanto você ganha por mês, defina os valores a serem destinados para cada necessidade. Assim, você evita perder o controle, gastar mais do que ganha e pode até guardar um pouquinho para investir.

6. Invista do jeito certo

Conseguiu fazer uma reserva de dinheiro? Então busque os investimentos que tenham a ver com o seu perfil e que não ofereçam riscos. Afinal, é preciso ter cuidado para não entrar em roubadas.

Educação financeira não significava abrir mão de tudo. Existem diversas maneiras de economizar e a troca de pontos é uma boa alternativa para quem quer manter uma vida financeira saudável.

Troque pontos e economize dinheiro!

Além de saber o que é educação financeira, parte deste processo é buscar estratégias que ajudem você a economizar. E uma delas é a troca de pontos.

Sabe os pontos do cartão de crédito? Então, eles funcionam como moedas de troca, que podem ser usadas para resgatar produtos e adquirir diversos serviços.

Afinal de contas, a ideia da educação financeira não é fazer você abrir mão de tudo. Parte do objetivo também é manter uma boa qualidade de vida, com economia, é claro.

Você não precisa, por exemplo, abrir mão do delivery naqueles dias em que você está sem tempo de cozinhar ou com vontade de comer algo diferente. Uma saída é trocar os seus pontos por créditos para usar nos aplicativos do iFood e Uber Eats.

E não é só isso!

Com a ajuda da Easy Live, parceira dos principais programas de fidelidade do país, você também pode trocar seus pontos por cursos de finanças pessoais e vários outros na plataforma da Udemy.

Bora conhecer todas as formas de usar o seu saldo de pontos? Acesse agora o catálogo da Easy Live!

Publicado por Claudio Albuquerque

CEO da Easy Live. Doutor pela Escola de Política e Filosofia da UFERJ e oriundo do mercado de Corporate Finanças. É, atualmente, o executivo que responde pela área de estratégia e novos negócios da Easy Live.

Compartilhe

Deixe seu comentário