Este site utiliza cookies para lhe garantir uma melhor experiência. Você pode revisar as configurações de cookie do seu navegador.
compre com pontos
Qualidade de vida

Jogos educacionais e tecnologia funcionam? Descubra aqui!

Existem diversas maneiras lúdicas de estimular o aprendizado durante a infância. E os jogos educacionais estão entre as melhores opções.

Mas será que qualquer jogo é educativo? De que maneira eles contribuem para o desenvolvimento das crianças? E o que a tecnologia tem a ver com tudo isso?

A seguir, a gente vai se aprofundar no assunto e ajudar você a tirar todas as suas dúvidas!

Vamos lá?

O que são jogos educacionais?

Os jogos educacionais são desenvolvidos com o objetivo de ensinar sobre um assunto específico de forma descontraída e divertida.

Eles podem abordar um evento histórico, aspecto cultural, conceitos, temas escolares, etc. Além disso, podem ser usados para potencializar o desenvolvimento cognitivo, motor e emocional.

O propósito educativo também pode estar ligado à transmissão de valores éticos e morais para os pequenos.

Quais objetivos dos jogos educacionais?

Como o nome diz, além de entreter as crianças, os jogos educacionais são usados como ferramentas eficientes na educação infantil.

Ao mesmo tempo em que se divertem, são recursos que motivam os pequenos a se engajar em uma atividade, socializar com os colegas, se expressar, entre outras coisas.

Tudo isso de uma forma dinâmica e, acima de tudo, prazerosa. Afinal, quem disse que aprender deve ser chato? Os jogos estão aí para desconstruir essa ideia.

Quais os benefícios dos jogos educacionais

“A tecnologia faz parte da realidade. Então, quais são as consequências de inseri-la no processo de aprendizagem infantil e qual o papel dos jogos educacionais neste processo?”

Dedicação

Por meio dos jogos, as crianças trabalham a capacidade de se dedicar a uma atividade, que é possível graças à motivação que eles despertam.

Mesmo diante dos erros e das possíveis frustrações, os jogos educativos instigam os pequenos a se dedicarem, sem desistir diante dos obstáculos.

Aprendizagem dinâmica

Além das aulas em que o professor fica na frente da sala explicando um assunto aos alunos, novas formas de aprendizagem têm sido usadas pelas escolas para manter a atenção de crianças e jovens.

O uso de jogos educativos tecnológicos tem sido uma excelente saída pela sua dinamicidade. A cada fase, obstáculo ou desafio, a criança precisa buscar alternativas para avançar no jogo.

Raciocínio lógico e foco

Ao mobilizar esquemas mentais, os jogos educacionais fazem as crianças desenvolverem a capacidade de foco e o raciocínio lógico.

Isso porque estimulam o pensamento, a organização de espaço, a noção de tempo e a busca por soluções.

Recompensa imediata

Parte da motivação de um jogo está ligada à recompensa imediata que ele oferece aos jogadores.

Essa recompensa produz uma sensação prazerosa, que estimula as crianças a se manterem focadas no propósito do jogo.

Incentiva o conhecimento

Os jogos educativos podem ser usados não só para o desenvolvimento de habilidades como também para ensinar sobre temas que costumam ser abordados em sala de aula.

Dessa forma, são ótimos para aumentar o interesse das crianças em assuntos importantes.

Diversão

Por fim, mas não menos importante, está a diversão. Mesmo tendo um objetivo educativo, os jogos devem ser divertidos.

Afinal, isso faz parte da essência da atividade. Dessa forma, tira o peso da seriedade que costuma estar ligada ao aprendizado.

“A tecnologia é vilã ou aliada na formação infantil?”

Jogos educativos e tecnologia

A tecnologia tem se tornado uma grande parceira do ensino infantil. Tanto é que hoje diversos profissionais – entre eles, professores, pedagogos e psicólogos – trabalham em parceria com programadores para o desenvolvimento de jogos educacionais.

Vantagens 

Um dos maiores pontos positivos oferecidos pelos jogos educacionais digitais é a possibilidade de trabalhar com diversas linguagens. Além do texto, eles podem explorar imagens, sons, vídeos, entre outras.

Diante de tantos recursos, os jogos podem trabalhar com uma narrativa elaborada, objetiva e bastante lógica. Isso ajuda a torná-los ainda mais interessantes.

Além disso, as crianças percebem imediatamente o resultado de suas ações no jogo, o que facilita o exercício de autocorreção, tão importante para o desenvolvimento delas.

Desvantagens

Os jogos tecnológicos são um problema se usados de modo aleatório. Mais do que o ato de jogar, a criança precisa estar imersa no conteúdo do jogo.

Se aplicados dentro do contexto escolar, o educador precisa saber aplicá-los. Do contrário, corre o risco de fazer um mau uso do tempo em sala de aula.

Ainda, os educadores não devem evitar interferir demais para não perder a ludicidade do jogo. É uma atividade feita para ser prazerosa e totalmente voluntária.

Qual a importância dos jogos educativos no processo de ensino-aprendizagem?

Como já deve ter ficado claro, os jogos educativos são ferramentas poderosas de apoio ao ensino, inclusive na escola.

Ao mesmo tempo em que trabalham conteúdos tradicionais, fazem as crianças construírem o pensamento lógico de um jeito diferente. Elas passam a ter um papel muito mais ativo do que passivo no processo de ensino-aprendizagem.

Por isso, é interessante que os jogos educacionais se façam presentes na vida dos pequenos. Inclusive, no caso dos jogos em suportes digitais, ajudam a desenvolver uma relação diferente com a tecnologia.

No nosso catálogo você pode trocar pontos pelo plano trimestral da plataforma Discovery Kids Plus, onde possui diversos jogos educativos para entreter e desenvolver os pequenos. 

Quer outras dicas de atividades para fazer com as crianças? Confira as sugestões de passatempos e os benefícios deles para o desenvolvimento do seu filho!

Publicado por Claudio Albuquerque

CEO da Easy Live. Doutor pela Escola de Política e Filosofia da UFERJ e oriundo do mercado de Corporate Finanças. É, atualmente, o executivo que responde pela área de estratégia e novos negócios da Easy Live.

Compartilhe

Deixe seu comentário