Este site utiliza cookies para lhe garantir uma melhor experiência. Você pode revisar as configurações de cookie do seu navegador.
compre com pontos
Qualidade de vida

Mães e amor próprio: como se amar e se cuidar?

O dia das mães é uma ótima oportunidade para falar de amor próprio. Por estar sempre se preocupando e cuidando dos filhos, será que você não tem deixado de olhar com mais carinho para si mesma?

Embora isso seja comum na vida de muitas mulheres, fique sabendo que tão importante quanto amar a família é aprender como se amar.

Mas, como praticar o amor próprio? Continue lendo esse artigo para saber mais sobre a importância de se amar, se cuidar e quais atitudes você deve começar a cultivar para sentir-se melhor com você mesma.

O que é amor próprio?

O amor próprio está ligado ao sentimento desenvolvido em relação a nós mesmas. No entanto, não se trata sobre se achar perfeita. Para ter amor próprio, é preciso, antes de tudo, se conhecer. Afinal, é isso que permite que as pessoas se aceitem como são.

Nenhum ser humano é perfeito. Todos têm seus defeitos, fragilidades e limitações. Sendo assim, esses não são motivos para que alguém deixe de se amar. E o amor próprio é exatamente isso: se amar mesmo diante das imperfeições.

Por outro lado, isso não quer dizer que você tenha que se acomodar. Tentar melhorar é sempre positivo, mas sem deixar que as angústias e as neuras tomem conta de você. Afinal, para se amar também é necessário se respeitar sempre!

Só tome cuidado para não confundir o amor próprio com egoísmo, pois são coisas bem diferentes. Uma pessoa egoísta é aquela que se valoriza em excesso, faz apenas o que quer e esquece dos outros – que também têm vontades e sentimentos.

O segredo é achar o ponto de equilíbrio. Dedicar tempo para o outros faz parte das relações, mas você também deve reservar momentos para se cuidar e fazer as coisas que te fazem bem.

A importância do amor próprio

Ter amor próprio é essencial para a saúde física e mental de uma pessoa.

Os psicólogos dizem que a nossa mente busca repetir o que já aprendeu para economizar energia. Isso faz com que os relacionamentos sejam uma reprodução da relação que temos com nós mesmas, já que a nossa tendência é escolher pessoas que nos vejam da mesma forma.

Mas, por que isso interessa aqui? Justamente para falar da importância de se amar.

Muitas vezes, as pessoas ficam presas a relacionamentos tóxicos por falta de amor próprio. Quem não se trata com carinho, não se admira e não se cuida corre o risco maior de viver relações abusivas. Portanto, mais do que fazer você se sentir melhor, o amor próprio é fundamental para garantir relações saudáveis.

8 dicas de como se amar mais e aumentar o amor próprio

Agora que você já sabe a importância que o amor próprio tem, que tal conferir algumas dicas de como se amar mais? Acompanhe!

1- Trabalhe o seu autoconhecimento

Se o autoconhecimento é o ponto de partida para descobrir como se amar de verdade, ele precisa ser bem trabalhado. Comece a refletir sobre o que você gosta, as coisas que te fazem bem, as atividades prazerosas assim como sobre os seus sentimentos e atitudes. Isso tudo ajuda você a se reconhecer.

2- Acredite em si mesma

Já parou para pensar que talvez você tenha deixado de fazer várias coisas na sua vida por duvidar de si mesma? Essa é uma das consequências da falta de amor próprio. Portanto, acredite nas suas capacidades e invista energia para realizar o que você deseja, por mais desafiador que seja.

3- Se cuide

Praticar exercícios físicos, se alimentar bem, cuidar da aparência, fazer passeios, ler um bom livro e descansar. Sabe o que essas atividades têm em comum? Ainda que elas sejam bem diferentes entre si, todas são expressões do amor próprio. Isso porque elas aumentam a confiança e a autoestima, melhoram a saúde e colaboram com o bem-estar.

4- Pare de se criticar

Por mais incríveis que sejam, as mães costumam não se achar boas o suficiente. Afinal, estão sempre se criticando e se cobrando demais. Se você é assim, saiba que é hora de parar de se criticar tanto. Lembre-se de que uma única pessoa não tem como fazer o trabalho de várias, nem cuidar de outras o tempo inteiro.

5- Perceba as suas qualidades

Para conquistar o amor próprio é essencial perceber as suas qualidades.

Em vez de se criticar, por que não começa a prestar atenção nas suas qualidades? Fácil é ficar sofrendo com os próprios defeitos, mas reconhecer as qualidades é uma tarefa difícil. Porém, tente ser generosa com você mesma e identifique os seus maiores pontos positivos.

6- Não se compare aos outros

Ficar se comparando com outras pessoas é uma das atitudes que mais prejudicam o amor próprio, pois a maioria tende a se ver como inferior. Mas, cada um é diferente – com qualidades, defeitos, valores, oportunidades diferentes, etc – e, portanto, a experiência de vida nunca pode ser a mesma.

7- Respeite o seu tempo

Não existe um tempo certo para as coisas acontecerem na vida. Por isso, não adianta se pressionar para realizar nada. Talvez uma situação demore mais para mudar ou um sonho leve mais tempo para se concretizar, mas não se culpe por isso. Faça tudo no seu tempo para as coisas darem certo.

8- Aproveite o presente

Sofrer pelo passado e se preocupar com o futuro faz parte, mas não muda o que já passou nem ajuda a prever o que está por vir. Portanto, não adianta, por exemplo, sofrer por um erro que você cometeu. Em vez disso, aprenda com ele para não cometê-lo de novo. E, acima de tudo, tenha sua mente no presente, pois é onde a vida acontece.

A importância de se cuidar

Não é apenas no dia das mães que você deveria lembrar de ter momentos só seus. Afinal, o autocuidado é fundamental para qualquer pessoa ter uma boa saúde física e mental

A primeira coisa que você deve fazer é dar uma atenção especial às suas próprias necessidades. Depois disso, fica mais fácil descobrir quais hábitos devem se tornar prioridade para você ter uma melhor qualidade de vida. 

Se você é uma pessoa sedentária, por exemplo, e o seu corpo está dando sinais de que isso precisa mudar, a prática de atividades físicas pode ajudá-lo a sentir-se melhor. Até mesmo ter um tempo para descansar – o que é raridade na vida de muitas mães – é uma forma de se cuidar.

Você vai perceber que não há nada de egoísmo nisso tudo. Isso porque são atitudes desse tipo que vão fazer as pessoas terem mais saúde e disposição para tocarem suas vidas e continuarem cuidando de quem mais amam, sem deixar o amor próprio de lado.

Comece a se cuidar mais com essas 7 dicas

Como você já aprendeu qual é a importância em se cuidar, vamos dar dicas de como e por onde começar. Confira abaixo:

1- Desfrute de momentos relaxantes  

Quando foi a última vez que você se permitiu relaxar? Mesmo que tenha mil e uma responsabilidades, tire um dia ou pelo menos uma tarde só para você. Tomar um sol, assistir a um filme ou simplesmente não fazer nada também é se cuidar.

2- Tenha hobbies

Quais tipos de hobbies são seus preferidos? Caso você não tenha um, tente encontrar uma atividade que gosta. Ler, dançar, cantar, tocar um instrumento, correr, escrever e até meditar pode ser um hobby. Escolha o que te faz sentir bem!

3- Exercite-se

Se exercitar, além de essencial para cuidar da mente e do corpo, também ajuda na construção do amor próprio.

Fazer exercícios não é só para manter o corpo em forma, também é uma questão de saúde. Faça com que se exercitar se torne um hábito. A sua saúde física, mental e até a sua autoestima vão te agradecer por isso.

4- Escute músicas que fazem você se sentir bem

A música afeta o cérebro de um jeito especial, despertando muitas emoções. Por isso, lembre-se de ouvir suas músicas preferidas, com frequência, para fazer os seus dias serem ainda melhores. 

Para saber todos os benefícios que a música pode ter, clique aqui!

5- Cuide da sua pele

Os cuidados com a pele são importantes em todas as fases da vida. Afinal, ela está diretamente conectada com as nossas expressões. Ou seja, vale a pena cuidar da pele com carinho.

6- Descanse

Descansar também é uma prática de amor próprio, sabia? Com tantas obrigações e cobranças diárias, as mães não encontram tempo para descansar. Nem que você tenha que deixar uma tarefa de lado, faça isso por você mesma.

7- Coma o mais saudável possível

Comer alimentos saudáveis, é fundamental para sentir-se bem consigo mesma.

Se os alimentos são os combustíveis do corpo, a escolha deles faz toda a diferença. Por mais práticos que alguns alimentos prontos sejam, tente dar preferência para os alimentos não industrializados, verduras, legumes e frutas.

Como praticar o amor próprio e se cuidar sem sair do orçamento?

Seja no dia das mães ou em qualquer época do ano, por que não dar um presente para você mesma? E o melhor de tudo é que é possível se presentear usando seus pontos do cartão de crédito.

Por conta da parceria da Easy Live com os principais programas de fidelidade do Brasil, você consegue trocar os seus pontos por diversos serviços e produtos disponíveis no catálogo que te ajudam a curtir aqueles momentos só seus.

Se você adora ouvir música, uma opção é usar sua pontuação para adquirir assinaturas de planos premium do Spotify ou Deezer, que são as principais plataformas de música usadas hoje. 

Também existe um serviço parecido para quem gosta de literatura, o Ubook. Lá você encontra livros digitais, audiobooks, podcasts e muito conteúdo – inclusive para o público infantil. Caso você prefira ler do modo tradicional, outra opção é adquirir um cartão presente para comprar o que quiser na Livraria Cultura Virtual.

E que tal tirar uns dias para aproveitar tudo isso e não ter que perder tempo na cozinha? Fique sabendo que você também consegue trocar seus pontos por crédito em serviços de delivery de comida, como o iFood e Uber Eats.

Gostou deste conteúdo? Então não deixe de conferir outros posts sobre qualidade de vida e bem-estar aqui no blog da Easy Live!

Publicado por Claudio Albuquerque

CEO da Easy Live. Doutor pela Escola de Política e Filosofia da UFERJ e oriundo do mercado de Corporate Finanças. É, atualmente, o executivo que responde pela área de estratégia e novos negócios da Easy Live.

Gostou?

Compartilhe

Deixe seu comentário