Este site utiliza cookies para lhe garantir uma melhor experiência. Você pode revisar as configurações de cookie do seu navegador.
compre com pontos
Qualidade de vida

Qual é a melhor ração para cachorro? Descubra!

Sabia que a escolha da melhor ração para cachorro depende de diversos fatores? É por isso que existem tantos tipos de ração, pois elas precisam ser adequadas para pets com diferentes características.

Não é à toa que as dúvidas surgem na hora de escolher a alimentação certa. São tantas marcas, tipos, formatos e sabores, que os donos sentem-se perdidos. E o que todo mundo quer é ver seu cachorro saudável, não é mesmo?

Por isso, este conteúdo traz as informações mais importantes para ajudá-lo a escolher a melhor ração para cachorro. Acompanhe!

O que analisar na hora de escolher a melhor ração para cachorro

Você precisa saber quais fatores considerar antes de fazer a compra. Isso porque os cachorros podem ser bem diferentes um dos outros e não só por uma questão de raça.

Veja como os fatores abaixo vão ajudar você a descobrir qual é a melhor escolha:

1. Faixa etária 

Assim como os humanos, os pets têm necessidades diferentes em cada fase da vida. Um cachorro filhote precisa de uma quantidade de energia diária bem diferente de um cachorro idoso.

Uma ração rica em minerais essenciais, por exemplo, pode ser ótima para um cão adulto. Mas se for consumida por um cão idoso pode acabar provocando o aparecimento de cálculos renais.

Preocupadas com isso, as marcas costumam indicar na embalagem para qual faixa etária a ração é destinada. Essa indicação leva em conta os nutrientes importantes para aquela faixa específica.

2. Porte

O porte, ou seja, o tamanho do dog, é outro fator importante. Em primeiro lugar está, de novo, a questão dos nutrientes. Um cachorro maior tem necessidades diferentes de um cachorro pequeno em relação às vitaminas, proteínas, minerais, energia, etc.

Ainda, a melhor ração para cachorro é aquela com o tamanho e formato do grão mais adequado. Enquanto os cães de médio e grande porte comem rações com grãos maiores, já que têm bastante força para morder; os de porte pequeno precisam de grãos menores.

Portanto, sempre compre a ração destinada ao porte do seu pet. Assim como a ração de grande porte pode fazer mal para um cachorro pequeno, o inverso também. Quando um cão grande come uma ração com o grão muito pequeno, ele tende a engolir sem mastigar, o que prejudica a dieta.

3. Raça

Já em relação à raça, as linhas mais premium são as que costumam ter opções para raças diferentes, atendendo às especificidades de cada uma. Mas qual é a real diferença?

Talvez a questão mais importante seja a própria nutrição. Algumas raças, principalmente as puras, tendem a ter certas doenças, que poderiam ser prevenidas ou tratadas com a ajuda de uma alimentação adequada.

Além disso, alguns fabricantes levam em conta o padrão da raça para facilitar a digestão da ração pelo animal. Dependendo do tamanho do focinho, por exemplo, os cachorros podem ter mais dificuldade em capturar os grãos comuns. Por isso, existem marcas com rações específicas para os dogs com focinhos curtos.

4. Nível de atividade física (cão ativo ou sedentário)

Avaliar qual é o nível de atividade física do seu dog é essencial para escolher a melhor ração para cachorro.

Os humanos não são os únicos a lidarem com o sedentarismo. Por conta da rotina e do ambiente onde vivem, muitos dogs acabam não se movimentando tanto no dia a dia. Dessa forma, é preciso considerar se o pet faz atividades físicas ou não.

Isso vai impactar na quantidade de calorias indicadas para ele consumir por dia. O cachorro que faz menos atividades precisa de menos calorias, enquanto os mais ativos precisam de mais, para repor a energia que gastaram.

5. Se é ou não castrado

Por conta dos benefícios para a saúde e comportamento, muitos animais são castrados. O processo deixa os bichinhos mais tranquilos e, ao mesmo tempo, evita o aparecimento de doenças graves, como é o caso de certos tipos de câncer.

Mas a castração muda o organismo dos cachorros. Além de ficarem mais sedentários, altera o metabolismo. Por isso, os veterinários indicam controlar a alimentação para o pet não ficar obeso.

Não se trata apenas de diminuir a quantidade de comida. Aqui, a melhor ração para cachorro é aquela com valor nutricional diferenciado, com bastante fibra e baixo teor de gordura.

Dúvidas sobre alimentação de cachorros

Se o seu objetivo é escolher a melhor ração para cachorro, é importante saber o que cada especificação quer dizer. Assim, você consegue avaliar a qualidade e se, de fato, é a opção mais apropriada para o seu dog.

Significados dos principais termos das embalagens de ração

Para escolher a melhor ração para cachorro é essencial entender o que os termos presentes nas embalagens significam, por isso, acompanhe, abaixo, o que eles querem dizer:

Proteína bruta

A proteína bruta indica a quantidade mínima de proteína da ração, nutriente essencial para o organismo dos animais. Anticorpos, hormônios, enzimas e várias funções dependem das proteínas. Por isso, a qualidade delas faz toda a diferença.

Extrato etéreo

O extrato etéreo diz respeito à quantidade de gordura presente na ração. Embora ela seja associada a coisas ruins, como problemas de saúde, saiba que a gordura também é fundamental para o funcionamento do organismo.

Umidade

A umidade indica a quantidade máxima de água que o alimento pode ter. Vale prestar atenção nisso, pois excesso de umidade não é legal para a conservação da ração.

Matéria mineral

A matéria mineral vai mostrar quais são todos os minerais presentes na ração. Entre os mais comuns estão o potássio, ferro, cobre, zinco, manganês, selênio, etc.

Matéria fibrosa

O termo matéria fibrosa é usado para mostrar a quantidade de fibras do alimento, que é essencial para o funcionamento do intestino e equilíbrio da flora.

Energia metabolizável

Também é importante verificar a quantidade de calorias presente na ração. A energia metabolizável indica quanto cada porção possui de calorias.

Com que idade o pet deve começar a comer ração?

Pensar em qual é a melhor ração para cachorro desde cedo é a melhor opção para a saúde do seu pet!

De forma geral, os filhotes desmamam quando completam um mês de vida. Só depois desse período é que eles podem começar a comer outros alimentos. Mas é importante que essa transição seja feita aos poucos.

Como nessa fase os dentes ainda estão muito frágeis, a ração úmida é a mais indicada. Conforme o tempo vai passando, ela pode ser trocada pela semiúmida até chegar na seca.

O mais indicado é que a ração seca seja oferecida a partir do terceiro mês, quando os filhotes já estão com os dentes mais firmes. Ou seja, conseguem mastigar a ração sem se machucar.

O que são rações medicamentosas?

Além de todos os tipos de ração que falamos até aqui, existem também as chamadas rações medicamentosas. Elas nada mais são do que rações feitas especialmente para os cães com determinados problemas de saúde, como doenças cardíacas, diabetes, problemas gastrointestinais, etc.

Por ter níveis nutricionais bem específicos, elas são indicadas para o tratamento de doenças. No entanto, vale ressaltar que as rações medicamentosas devem ser consumidas com orientação do médico veterinário.

Ração úmida ou seca?

A ração úmida é aquela com uma quantidade maior de água, que faz com que elas tenham uma textura de patê. Por serem macias e bem saborosas, a maioria dos cachorros adora. Tanto é que muitos donos oferecem como um agrado ou petisco.

Embora as rações úmidas tenham o mesmo valor nutricional das secas, elas estragam rápido se ficarem expostas no pote de comida, e podem ser prejudiciais para a higiene oral.

Porém, em alguns casos, as rações úmidas são boas escolhas. Elas podem, por exemplo, reforçar a alimentação de animais que não são chegados em alimentos secos.

Os tipos de ração para cachorro

Para entender a diferença entre os tantos tipos de ração, vale a pena entender o que muda de uma categoria para a outra. Afinal, o preço não varia só de acordo com a marca. 

A qualidade dos ingredientes também impacta no preço da ração. Por isso, é preciso pensar não só no quanto você vai pagar por cada pacote como também no custo-benefício. Veja, a seguir, os tipos existentes para poder escolher a melhor ração para cachorro.

Econômica

Como o nome diz, a econômica é a alternativa mais barata. Não há um padrão de ingredientes usados pelas marcas. Eles variam conforme a oferta do mercado.

O ponto negativo das rações econômicas é a baixa absorção de nutrientes. Isso significa que o seu dog precisa comer mais para se sentir saciado. Ainda, o animal tende a produzir mais fezes por conta disso.

Standard

Já a standard, em comparação com a econômica, usa ingredientes menos variados. Ela é preparada com proteínas simples, que podem dificultar o processo de digestão e absorção de nutrientes.

Ao mesmo tempo, em relação às demais opções, tem um preço acessível, o que faz com que ela seja a mais vendida entre os tipos de ração.

Premium

Com um preço mais alto que a standard, a diferença da premium é que a ração utiliza proteína vegetal. Isso ajuda na absorção de vitaminas, colaborando com a boa saúde do cachorro.

Ou seja, pode ser que o valor a mais que você vai pagar por ela compense no final das contas.

Super Premium

A super premium é a mais cara de todas. Mas a quantidade necessária para atender às necessidades do cachorro tende a ser menor.

O preço se justifica pela qualidade dos ingredientes usados na ração, que fazem toda a diferença para o aproveitamento dos nutrientes.

Como comprar a melhor ração para cachorro sem estourar o orçamento?

Comprar a melhor ração para cachorro pode não ser tão acessível, por isso, descubra como usar seus pontos do cartão para oferecer o melhor ao seu dog! 

Agora que você sabe o que precisa levar em conta pra comprar a melhor ração para cachorro, vai ser mais fácil escolher na próxima vez. Mas pense também que a opção ideal, além de ser de qualidade, deve ser acessível para o seu bolso.

Nessas horas, é bom conhecer todas as alternativas possíveis. Sabia que você consegue fazer compras para o seu bichinho usando os pontos do cartão de crédito?

Você pode trocar a pontuação acumulada no seu programa de fidelidade por cartões presente de R$ 50 até R$ 1 mil para gastar na loja virtual da Petz. Ou seja, ficou ainda mais fácil oferecer para o seu peludo a melhor ração para cachorro.

Não sabe o que é cartão presente? Clique aqui e descubra!

O que acha de saber mais sobre como funciona a troca de pontos do cartão de crédito? Entenda mais sobre o assunto e aproveite todas as vantagens!

Publicado por Eduardo Mariz

Gerente de Estratégia Digital da Easy Live. Administrador com mais de 10 anos de experiência em empresas de tecnologia nos mercados B2B e B2C. Graduado em Administração pela UFRJ, pós-graduado em Marketing na IBMEC, atuou em diferentes áreas, como comercial e marketing digital, data analytics e user experience.

Gostou?

Compartilhe

Deixe seu comentário